19 de maio de 2009

Escuridão

.
Li um tempo atrás um depoimento do ator Patrick Swayze sobre as sessões de quimioterapia que faz para se livrar de um câncer no pâncreas. Ele diz que “por mais que alguém pense que está preparado, a quimioterapia é o inferno”. Pode ser, sim. Não é à toa que resolvi chamá-la de escuridão. Nesta quarta-feira encaro minha terceira sessão e, embora já saiba tudo o que vem pelos sete dias à frente, é impossível não sentir aquele leve arrepiozinho de medo. “Ai, meu Deus, tudo de novo!”

Cada caso é único. Cada paciente faz um tratamento determinado por um protocolo indicado para sua situação. Portanto, ninguém tem que sentir o que o outro sente. Câncer no pâncreas é um dos tipos mais letais da doença e imagino que Swayze deve estar mesmo sofrendo o cão. Por outro lado, meus prognósticos são excelentes. O tumor na mama, que inicialmente tinha oito centímetros já está reduzido em 1,5 cm, e mesmo assim não escaparei de encarar até a sexta sessão, definida no meu protocolo. Mas, nem chego aos pés do sofrimento do ator-gato.

Então, por que chamo a quimioterapia de escuridão?

Porque não encontrei nada melhor pra definir dias de enjoo quase insuportável, a ponto de, logo após a primeira sessão, propor um acordo a Jesus: “O Senhor não me deixa mais vomitar e eu prometo que fico quietinha na cama, só rezando”. E fiquei, sozinha e Deus, em silêncio, na minha cama, sem conversar com ninguém, sem pensar, só enjoando e dormindo, sem comer, só bebendo água bem gelada, um dedinho de cada vez. Fraqueza, vertigens, pernas moles. Portanto, a cama é o melhor lugar pra ficar, quieta. Quem me conhece não gostaria de me ver nesses dias, tamanho é o meu mau humor. Argh!

Não conheço nada parecido para fazer uma comparação. Às mulheres que já tiveram filhos, posso sugerir um enjoo de gravidez, multiplicado dezenas de vezes. Muito ruim; muito ruim mesmo. E somente quem passa por isso pode entender o outro. Um médico pode saber tudo o que acontece ou o que vai acontecer com o paciente durante o tratamento – enjoos, vomitos, anemia, aftas, unhas fracas, ressecamento nos olhos etc. – mas se não passar por isso, se nunca sentir, não vai saber exatamente como é. Fora a queda de cabelos, pelos e afins.

Mas, pelo menos no meu caso, há o lado bom. Tudo isso passa! Após sete dias c-o-n-t-a-d-i-n-h-o-s, termino de atravessar o túnel e lá está a claridade novamente. E, confesso, a sensação de felicidade é enorme. É muito gostoso acordar nesse dia e me sentir bem, viva, com a boca ainda amarga, mas sem enjoo e podendo me alimentar e trabalhar. Sair da cama, do meu quarto, redescobrir minha alegria de viver.

Ah! Voltando aos cabelos, que por alguns meses ficarei totalmente sem: é uma ótima oportunidade para esta exibida que vos fala desfilar lenços, turbantes e chapéus (e eu nem gosto, né?).

Bom, toda esta falação aí foi pra dizer que pela terceira vez estarei “fora uns dias, numa onda diferente”. E que onda..!

.

12 comentários:

Maíra disse...

Nunca conheci uma pessoa que lutasse tão bravamente, ironicamente, originalmente e hilariamente como a Heroína "G"!

Assim vai ser impossível não vencer a escurião!

Giovanimiguez.com disse...

Acompanho a Maíra em suas palavras. Orgulha-nos ver a maneira como lutas. E vencerá!!!

cintia sibucs disse...

admirável giovana.
minha amiga do lado esquerdo do peito.

elaine bertone disse...

É... Realmente está muito exótica pelo que vejo na foto de amostra, exibindo seus lenços, turbantes e chapéus... Eu sempre gostei de chapéu, boina e boné: acho um charme! E usá-los agora é a última moda... por isso use e abuse mesmo!
O principal você tem -- um rosto bonito e isso não é algo que se pode comprar -- é presente de Deus!

Rildo Barros disse...

Adorei a foto do turbante, se é esse o nome, ou lenço. Olha é super chique e fashion, aproveita e arrasa nos looks da cabeça. Coincidência, hoje pensei em vc, como vc estaria e em que fase e tb sobre seu humor, isso assim do nada, mas como não tenho entrado no MSN fico sem contato. Sei que vc vai tirar de letra essa fase e depois ainda vai lançar um super livro com orientações para outras mulheres.

bjo

Night disse...

Graças a Deus está tudo correndo bem, Deus vai te livrar dessa. Beijos.

NALDOVELHO E A DANÇA DO TEMPO disse...

Estou torcendo por ti! Peço a Deus que te ampare, te dê forças para superar tudo isto.

Agora faz uma coisa: já que és uma mulher tão forte, empresta um pouco desta energia para o Naldo, pois ele está no princípio desta batalha.

POESIA EM VOLTA disse...

Diz a história que Deus descansou no sétimo dia. Também, ficar com você durante 7 dias, de mau humor deve ser brabeira...rsrsrs.
Giovana, você é 10 mesmo de mau humor! Mil beijos! Use e abuse de ser fashion, ser linda, ser verdadeira. Eu adoro isso! Rê!

Cessel disse...

Linda, fico aqui torcendo e orando para que esses dias passem logo e que você volte melhor do que nunca para a "vida normal". Muita força e fé!

Neide disse...

Oi amiga, vou te ser sincera, primeiro chorei, lembrei dagente brincando, chupando mangas, e outras coisas mais de nossa infância, e por incrível que pareça, isso foi me dando um calmaria uma segurança no futuro, pois lembrei-me o qto vc é uma menina corajosa, pra frente, já naquela época, tinha objetivo, tinha já definido seus ideais....tenho fé em vc, sei que vc vai vencer essa passagem, que vc tenha a fé necessária para vencer definitivamente isso tudo!!Eu te Amo, vc sabe, estou aqui fazendo orações pedindo ao Mestre Jesus que te sustente nessas horas de reflexão, que só vc pode interiorizar, e nos brindar com sua genialidade, com sua coragem, de passar pelo novo e não deixar-se levar pela onda, e vc ser a onda com Deus!!Beijosssss

Genis disse...

Oi princesa!
Sua força me contagia.
Torço pra que tudo corra bem.
Estarei orando por vc.
Tenho um carinho muito especial por ti e por Caio.
Mil beijos, Tia Genis.

theo disse...

super beijo no coração!conte comigo sempre!e tem uma frase maravilhosa:"aquilo que não me destrói,me fortalece."e com toda certeza tu sairá mais que fortalecida no final disso tudo.