11 de novembro de 2007

Do nada




De fato
não somos
o que fomos,
nem vamos
adiante
com o que temos.

O fato
é que somos
mais ou menos
o que não temos
ou vamos ter
O que seremos
ou somos?

Que fato
esse, estranho
Não sendo,
não tendo
não podendo
o que será, então?

O fato
é que vou indo
não sendo
querendo
ser, não tendo;
mais ou menos.

2 comentários:

cintia sibucs disse...

opa!
ter ou não ter
tendo ou perdendo
esperando
e o querer?


bjs!

rildobarros disse...

Gente, me lembrei muito de um dos meus poetas preferidos "Paulo Leminsk".... um estilo bem parecido com o dele.

bjo