4 de julho de 2011

Férias e Flip

.

De férias a partir de hoje começo os preparativos para o primeiro e talvez mais movimentado passeio destes trinta dias de descanso: a Festa Literária Internacional de Paraty. Em sua nona edição, a Flip deste ano homenageia Oswald de Andrade e com certeza vai lotar a cidade histórica entre os dias 6 e 10 de julho.

E lá estarei. Comprei ingressos para assistir a algumas mesas de debates, reservei na programação horários para dar uma olhada nos eventos da Casa de Cultura, darei uma palestra (na verdade farei um bate-papo) na Casa do Clube de Autores. Não vou deixar de tomar meu choppinho na praça da Matriz e, claro, vou bater ponto na Jabaquara, meu recanto.

Com a programação da Festa em mãos e agora com tempo, leio com calma e acuidade a lista dos autores que estarão na cidade, me informo sobre cada um deles (há os que conheço pouco ou muito, os que não conheço), me aprofundo em pesquisa, leio mais e mais reportagens sobre cada um deles, me preparo para tudo o que vou ver e ouvir. E a expectativa para quatro dias mergulhada em literatura é a melhor entre todos os eventos que frequento ao longo do ano, por estar em Paraty e por ser uma  Festa Literária em Paraty, algo como faca e queijo, alface com tomate, bife e batata frita.

Frequento a Flip desde a quarta edição, em 2006, quando o homenageado foi Jorge Amado. Estávamos lá com uma equipe de Tv, gravando matérias especiais para um programa que fazia na época. Assisti ao show de abertura, com Maria Bethânia, que nunca me esqueço, pois não pude ficar até o fim, tão intenso era o frio e eu não estava suficientemente agasalhada. Nos dias seguintes, muito trabalho, muita diversão no trabalho, banho de cultura, encontros inesquecíveis.

No ano seguinte, em que Nelson Rodrigues seria o homenageado, a Oficina Literária seria de crônicas, com Artur Dapiève e Joaquim Ferreira dos Santos. Arrisquei o envio de dois textos e fui selecionada. Lá estava, desta vez sozinha, curtindo a Festa Literária sob outro ângulo, desta vez como autora iniciante, tentando uma brechinha no tal lugar ao sol. O show de abertura foi com a Orquestra Imperial e participação especial de João Donato. Não me esqueci do agasalho adequado e pude ver o show até o fim.

A Oficina foi de quinta a sábado, fiz amigos maravilhosos (alguns deles tenho certo contato até hoje, como o Cláudio, a Noga e a Simone), aprendi muito do que faço hoje no exercício da crônica, e no fim, tivemos que escrever um texto sobre o que Nelson Rodrigues pensaria sobre Paraty. A experiência solitária nesta Festa foi tão marcante que claro, rendeu outro texto, recheado de impressões pessoais.

Em 2008 fiz uma passagem rápida na Festa, de apenas um dia; assisti a uma mesa à tarde e voltei. No ano seguinte, 2009, estava de molho em pleno tratamento quimioterápico e pude ver apenas umas materinhas na TV. E em 2010 fui convidada pela primeira vez para falar um pouco sobre autodivulgação aos visitantes da Casa do Clube de Autores. Volto lá agora para rever o Paulo, o Ricardo e aquela gente bacana que bate-papo gostoso, sem fim.

Minha participação (e de todos nos eventos da Casa) será transmitida ‘ao vivo’ pelo twiter @ClubedeAutores. E eu, claro, também vou estar tuitando de lá e também postando textos curtos no blog sobre detalhes da Festa e da movimentação da cidade.

Programe-se e venha comigo, mesmo que virtualmente.

3 comentários:

Genis disse...

Oi querida!
Estamos bem! Bjks no Caio.
Estou trabalhando bastante e além do Sesi estou tb no ICT e no Macedo. Não há nenhuma brechinha pra aulas extras... vc entende... ainda mais com JM!!! rsrs
O curso que eu acho The Best é o Wise UP Teens!!
Bjão, bjão, bjão!!!!!
Genis. ♥

c i n t i a disse...

E vamos divulgar tudo via twitter e tb em nossa página "O que Estou Lendo" lá no facebook!
Acompanhem!!!

Bjs!

Jader Moraes disse...

Vou contigo, pode ter certeza. Nem que seja "apenas" pelo mundo virtual, rs.

Vontade de estar de volta à Paraty. Estar de volta à Flip. Vamos ver se os deuses da literatura vão me ajudar...

Boa Flip!

(Maria Bethânia em sua primeira Flip??? Meu, que sortuda!)