18 de dezembro de 2010

"Escrever pode ser muito relaxante para quem gosta disso. Mas o grande problema que enfrento é uma cruel combinação de falta de tempo + dificuldades financeiras + falta de tranquilidade + mil pepinos para resolver + altos níveis de stress + sentimento de frustração por não poder realizar o que desejo + falta de estímulo dos entes queridos + falta de compreensão."


Renato Amaral
Do blog Vestiba Total

Um comentário:

GIL ROSZA disse...

Hahahaha... welcome to my life! Será coincidência que boa parte dos célebres escritores brasileiros não vivia de literatura, mas dos rendimentos estáveis de funcionário público ou de suas polpudas aposentadorias? O caso a parte foi Lispector e Quintana. A primeira morreu solitária e paupérrima, quase indigente na geral dum hospital público do Rio e o segundo, precisou a vida toda ser amparado e adotado financeiramente, por amigos, entre eles, o lendário craque do Inter, Paulo Roberto Falcão.