13 de agosto de 2010

Concurso Cultural de Microcontos

A Academia Brasileira de Letras divulgou o resultado do Concurso Cultural de Microcontos do Abletras, que motivou 2293 autores de todos os cantos do país a enviarem seus microcontos de no máximo 140 caracteres.

Conheça os contos premiados:


De Bibiana Silveira Da Pieve, do Rio de Janeiro, o primeiro lugar:

"Toda terça ia ao dentista e voltava ensolarada. Contaram ao marido sem a menor anestesia. Foi achada numa quarta, sumariamente anoitecida".


De Carla Ceres Oliveira Capeleti, de Piracicaba, São Paulo, o segundo:

"Joguei. Perdi outra vez! Joguei e perdi por meses, mas posso apostar: os dados é que estavam viciados. Somente eles, não eu".


De Eryck Gustavo Silva de Magalhães, de Guaratinguetá, São Paulo, o terceiro lugar:

"Não sabia ao certo onde tecer sua teia. Escolheu um cantinho de parede da cozinha. Acertou na mosca".


A comissão julgadora do concurso foi composta por Alexei Bueno, responsável pela Galeria Manuel Bandeira e poeta; Luiz Antônio de Souza, responsável pela Biblioteca Lúcio de Mendonça; e Raphael Pinheiro, responsável pelo Portal da ABL.

O número de jovens inscritos superou em muito qualquer expectativa da ABL e da Comissão Julgadora: "Está plenamente justificada a iniciativa da ABL em se abrir para as novas tecnologias em favor da literatura brasileira. O interesse demonstrado pelos participantes também confirma isso. O concurso aproximou ainda mais a tradição acadêmica da sociedade. A qualidade dos trabalhos foi ótima, assim como a participação de muitos jovens autores", declarou o presidente da ABL, Marcos Vinicios Vilaça.
.

Um comentário:

c i n t i a disse...

Li sobre isso naquele dia lá em Paraty, no Clube de Autores, na revista emprestada da Regina. Adorei a ideia. Na matéria citaram, inclusive, o Carpinejar que sempre publica coisas parecidas no twitter.