20 de agosto de 2010

Candidata que lê e escreve

Em época de campanha eleitoral chega de tudo um pouco na minha caixa de emails. Com certeza na sua também. Alguns assuntos são interessantes, outros nem tanto, e outros, como tantos, nem abro.

Mas, há o que não são isso nem aquilo, mas que me chocam. Como o que recebi essa semana, do meu amigo Calino, no qual estão anexadas algumas fichas de inscrição de candidatos conhecidos, como jogadores de futebol, mulheres fruta e diversas figurinhas do universo midiático.

O que me causou maior tristeza – tristeza mesmo – foi a ficha daquela que o público passou a conhecer como Mulher Pera. Uma morena de seios fartos, que não sei dizer se é bonita, porque a foto é péssima. O nome verdadeiro dela é Suellem Aline Mendes Silva, natural de Guaratinguetá. Sua ocupação: ator e diretor de espetáculos públicos. Grau de escolaridade: lê e escreve.

Lê e escreve!

No momento em que vi a ficha, confesso que ri, mas depois, pensando bem no que representa o cadastro dessa mulher no Tribunal Eleitoral, bateu aquele desânimo, aquela preguiça da qual já falei aqui no blog. Gente como ela consegue se candidatar, existe aos montes por esse Brasil, e pior, se elege.

Estamos cansados de vê-los por aí, fazendo e falando bobagens. Se você olhar para o lado, pode ser o seu vizinho, o amigo da igreja, o pipoqueiro, o pai de um amigo do seu filho, a dançarina da boate. Nada contra ninguém em especial, mas a candidatura dessa que lê e escreve é um retrato sem photoshop da ainda capenga política eleitoral brasileira.

 .

6 comentários:

Anônimo disse...

É realmente a "cara" da política de nosso país!! Pior que isso, acho que é ver e ouvir a Tiririca falando, cantando e se contorcendo, dando a entender que está com uma dor de barriga daquelas. Será mesmo mais um para fazer “palhaçada” no Congresso Nacional.

Thayra Azevedo ♥ disse...

Época de eleições vemos de tudo. Ainda não recebi coisas deste nível em minha caixa de e-mails, mas nem precisa, com este texto magnífico já entendo tudo. Infelizmente esta ainda é a realidade, como disse "um retrato sem photoshop da ainda capenga política eleitoral brasileira."
Temos que buscar e continuar trabalhando por mudanças!

Albucacys disse...

Fico quase sem palavras!
Os que não concordam com isso e muito mais que sabemos existir, devem ter Postura, Atitude. Sim, com MAIÚSCULAS, pois não devem ser interesseiras, oportunistas e peertencentes ao que intitularam: "Lei Gerson", a vantagem em tudo.
Dão duas opções, "uma" ou o "outro", e a massa acredita que precisa escolher um, dentre os dois, esquecendo-se, cegamente, como dementados, as demais opções.
Ajudar o povo a pensar deve ser nossa maior tarefa.
Bem, eu disse pensar? Corrijo, raciocinar, ligar fatos, coisas, refletir...
É o que preciso fazer, e aprender a fazer...

Anônimo disse...

Pode parecer maluquice, mas eu adoro horário eleitoral, faço questão de assistir sempre. Caceta e planeta, pânico perde no conteúdo... (não sei se é bom ou ruim isso). Waguinho, o ex vocalista dos decadentes grupo de pagode, "Os Morenos" de terno e gravata discurssando o que fará como legislador...

Acredito que podemos mudar isso sendo mais criticos, perceptivos e participativos no meio político, exercendo nosso DEVER de cidadão.

E vamos que vamos, manifestando essas anomalias existentes rssss

Lele

Antonio Carlos Andrade Martins disse...

Oba! Acho que vou me candidatar. Também leio e escrevo.

Carolina disse...

Afffffffffffff... Mutantes atrás de emprego!!