19 de fevereiro de 2010

Paraty

Pra curtir com espírito de aventura

Depois de descansar da refrega carnavalesca, resolvi escrever um pouco sobre o que vi no Carnaval de Paraty, para mim, um lugar pra lá de muito bom. Como quase sempre faço, juntei minhas tralhas e fui curtir os festejos de Momo na cidade histórica. Difícil abrir mão de passar meus dias giboiando na praia da Jabaquara e correr atrás dos blocos à noite, tropeçando nas pedras do Centro Histórico. É impagável e inesquecível. Um dia em Trindade e outro dentro de um barco também fizeram parte da programação diurna.

Mas o assunto aqui, na verdade, não é esse. Costumo dizer que Paraty possui duas cidades numa só. Por um lado, é um recanto aconchegante, com suas vias estreitas, calçadas de pedras, e o charmoso casario dos séculos XVII e XVIII. A Mata Atlântica, a Jabaquara, as lojas, os artistas, os blocos, as bandas, os bonecos gigantes, sair de barco, a Praça da Matriz sempre lotada, os shows invariavelmente bons, as praias (na cidade ou nas ilhas), a lama, a diversão que é assistir às mulheres que insistem em caminhar de salto nas pedras. Tudo imperdível.

Infelizmente, o que há pra nos deliciar, deve ser aproveitado por quem possui espírito aventureiro, porque Paraty está cada vez mais apertada para receber tantos turistas. A cidade e seus prestadores de serviço não têm preparo para atender a tanta gente. Ainda no começo do feriado, no sábado à tarde, havia quiosques na praia que não tinham mais refrigerante para servir. Nem cerveja. Na terça faltou água e luz durante o dia, e à noite, a Praça da Matriz apagou. Na quarta ao meio dia, chego num quiosque e peço água de coco. “Não tem”. Água mineral. “Também não tem, acabou tudo ontem”. Caraca! Ao meio dia ninguém tomou a iniciativa de repor o estoque. E mais: poucos estabelecimentos aceitam cartão.

Com tudo isso acontecendo Paraty continuou cheia na quarta-feira de cinzas, com gente ainda chegando pra terminar a semana. A cidade é apaixonante até nas limitações, também costumo dizer, porque adoro aquele lugar, e acabo me divertindo até com o que é ruim.

***

Algumas fotos de lá:








.

4 comentários:

Anônimo disse...

Visite Paraty você também! Uma boa dica para escolher pousadas e casas de temporada é www.reservaexpressa.com.br.

c i n t i a disse...

adorei!
paraty é mesmo muitooo bom.

beijos!

Rildo Barros disse...

Saudades de Paraty...tenho muitas histórias por lá e de lá. Sem contar que acho que a primeira vez que fomos, fomos juntos, lembra?
bj

c i n t i a disse...

é mesmo, giovana damaceno!!!
vc está sumida do meu blog... ve se não esquece o caminho e volta mais vezes.
bjs