16 de abril de 2009

Região Sul Fluminense terá Cooperativa de Artes Cênicas

.
Por Lesliane Assis

É com muito honra que escrevo pela primeira vez aqui neste espaço, principalmente para divulgar a criação da Cooperativa de Artes Cênicas do Sul Fluminense, da qual também faço parte. Acreditamos na força que toda classe tem quando é organizada e acima de tudo unida. E no meio artístico não poderia ser diferente, se quisermos fazer do teatro uma atividade valorizada e respeitada na região.

Atores, diretores, dramaturgos, produtores culturais e técnicos teatrais se uniram para concretizar um sonho antigo: criar a Cooperativa de Artes Cênicas no Sul Fluminense. O primeiro encontro aconteceu no último dia 29 de março, no Cine Teatro Gacemss II. Esta iniciativa é inspirada no movimento "Arte Contra a Barbárie", que deu origem à Cooperativa Paulista de Teatro, hoje com 30 anos. “Esse não é um movimento de um grupo específico. É um movimento que pertence à categoria teatral do Sul Fluminense. É um movimento dos artistas”, disse o ator e produtor, Marcelo Bravo. Segundo ele, a importância de uma cooperativa como essa é para juntar forças e lutar por políticas públicas para a cultura na região. Pontos como sustentabilidade de grupos, financiamento direto para projetos de teatro, construção de teatros, leis de incentivo e investimentos, precisam de uma atenção especial da parte dos artistas, mas principalmente do poder público.

A diretora teatral, Marinêz Fernandes, chamou a atenção sobre o amplo espaço que as companhias das capitais têm em detrimento às locais. “Temos o hábito de considerar que o melhor é o que vem de fora. Nas mostras e festivais os grupos daqui são convidados para apresentar seus trabalhos em tempo reduzido. Devemos mudar isso, e dar os mesmos espaços a todos”, argumentou. Por isso foi reforçada a importância de divulgar e prestigiar os trabalhos regionais, apesar dos diferentes estilos. “É importante que todos conheçam e tenham os mesmos acessos a teatros, editais, festivais e divulgação. E pra isso acontecer é necessária uma interação entre os artistas e principalmente um pensamento livre de preconceitos e egos”, disparou o diretor Bernardo Maurício.

Para o ator, diretor e dramaturgo Luiz Gonzaga, o Gim, que também faz parte de uma cooperativa carioca, num universo tão desestruturado como o nosso, a cooperativa servirá como um pólo aglutinador e também propagador de ideias e valorização da profissão. Segundo o ator e diretor Carlos Eduardo Giglio, é preciso acabar com o estigma de que fazer manifestação ou se manifestar contra uma ou outra posição política é baderna. “Precisamos discutir política cultural, afinal são anos de silêncio submetido à hegemonia que prega que fazer política é errado. Nossa categoria precisa se formar, entender, atuar na construção do desenvolvimento cultural da região”, dissse.

A próxima reunião da cooperativa será no dia 21 de abril, terça-feria, de 15 às 18 horas, na Sala de Dança do SESC de Barra Mansa. Estão confirmadas as presenças de Felipe Pinheiro, responsável jurídico da Fundaçao CSN; José Macedo, professor de Cooperativismo do UGB; e Gerson Canutto, coordenador técnico do SESC de Barra Mansa. Eles vão prestar esclarecimentos sobre elaboração de estatuto, regimento e cooperativismo; eleição de uma comissão provisória para organização das reuniões e questões relativas à formação da cooperativa.
Contatos:
Leslie Assis - 9976-7742
Marcelo Bravo - 8119-0010
.

3 comentários:

BRAVO:::: disse...

A primeira reuniao de muitas!
Estamos com cada vez mais apoio!
É iportante termos espaços comprometidos com a formaçao de nossa sociedade como este.
Abraços
BRAVO

Rafael disse...

O espaço é fundamental sim. Mas nenhum edifío é erguido sob apenas uma coluna. Temos outras peças "fundamentais" que estruturam nossa união; o artista. Aquele que fala, se organiza, produz. Ele tem o motivo e a ação - a motivação que o desloca do ponto de conforto com a força de uma locomotiva.
Obrigado pelo espaço, obrigado pela presença!
Abraços
Rafael Crooz

cintia sibucs disse...

que coisa bacana. parabéns aos incentivadores dessa grande iniciativa ;)