27 de dezembro de 2008

Agenda 2009

Giovana Damaceno
Ganhei quatro agendas de presente neste fim de ano. Nunca havia recebido tantas. Algo no astral dos finalmentes de 2008 está me dizendo que devo me organizar melhor ou tudo isso é apenas coincidência?

Realmente nunca fui muito disciplinada com agendas. Uso sempre um caderno, grande, de 96 páginas, de preferência de papel reciclado, onde anoto tudo. Tudo mesmo. Desde os meus compromissos até as tarefas de um dia de trabalho, rascunhos, números de telefones, tudo espalhado e mal organizado aos olhos alheios. Só eu entendo, claro.

Confesso que me dá uma certa inveja de pessoas que têm tudo anotadinho em agenda, devidamente planejado, como tarefas, compromissos, movimento da conta bancária, aniversários, incluindo também listas de telefones e emails. Eu ainda conto com minha memória e sequer anoto dias e horários de consultas médicas. Não sei por quanto tempo.

Mas também há o oposto disso. Há agendas que vejo por aí que chegam a me dar nojo. Andam o dia todo na mão, lotadas de papéis, bilhetinhos, contas a pagar, clips. Ficam arreganhadas, despencando páginas, sujas, encardidas. Sem contar aquelas que andam debaixo do braço. Cruz credo, ao fim de um ano, Deus me livre!

Com quatro agendas ao alcance da mão, sinceramente não sei o que fazer. Só tenho uma certeza: ainda não vai ser desta vez que vou topar a parada de me disciplinar com uma delas. Não desenvolvi tamanha paciência para isso. Acho que sou muito agitada para usar agendas. Não consigo estar ao telefone, marcando um chopp com uma amiga, e ao mesmo tempo olhando a agenda para ver se tenho horário, muito menos me vejo anotando direitinho, na hora certa, quando se dará tal encontro.

Uma das quatro, menor e mais simpática, com folhas de papel reciclado (já disse que prefiro), decidi que vai substituir o meu caderninho de anotações, que anda na minha bolsa. É onde normalmente divago, antes de criar um novo texto. O tal caderninho já está pedindo aposentadoria, sujinho, velhinho, coitado.

Bom, e as outras três agendas vão ficar aqui, olhando para mim, até que eu decida o que fazer. Ou que alguém me pergunte “você tem uma agenda sobrando?”. É isso mesmo. Sempre há alguém que não teve a mesma sorte - ? - que eu, fica sem nenhuma e prefere não comprar. Vai entender...

Começo meu ano com poucos planos. Estou me preparando para novos tempos, novos dias, novas idades. Hoje completo 40 anos, um número simbólico na cronologia da vida e que coloca a gente pra pensar, inevitavelmente. Vou deixar 2009 chegar naturalmente, sem grandes expectativas e sem ansiedades (pelo menos faço esta tentativa), sem grandes projetos ou objetivos difíceis ou quase impossíveis de serem alcançados. Mas, não preciso de agendas, por enquanto, nem por isso.
.

2 comentários:

cintia sibucs disse...

me dá uma!


te mandei msg, recebestes??

aliás a "mania" do caderno eu roubei pra mim, agora sempre tenho um à mão, principalmente no trabalho!
felicidades minha amiga!
te amo

Lincoln disse...

...bacana!

Que hora vc escreveu isto?

...Vc não me parece tão despojada assim!
...sem lenço e sem documento em direção a 2009?

...Nem pensar, digo eu!

Planos vc tem muitos...são tantos...quais os que vc vai encaminhar em 2009?

começar pintando o roda-pé é uma boa!

Feliz 2009!

L